O que você precisa saber sobre o HTTP

O que você precisa saber sobre o HTTP

O que você precisa saber sobre o HTTP

HTTP significa HyperText Transfer Protocol (Protocolo de transferência de Hipertexto). É um protocolo de transferência da camada de Aplicação (sétima e última camada) do modelo OSI (Open System Interconnection), utilizado para transferir dados na rede.

 

Esse sistema é a base da comunicação que existe para sites e aplicações web, que trazem em seu conteúdo hiperlinks, qualquer host que você hospede seu site ou webapp, possui um sistema projetado para receber solicitações HTTP. Portanto, o navegador que você usa é um cliente HTTP que envia solicitações para o server.

 

COMO FUNCIONA O HTTP

 

Um sistema de comunicação em rede possui diversos protocolos que trabalham em conjunto para o fornecimento de serviços. Para que o protocolo HTTP consiga transferir seus dados pela web, é necessário que os protocolos TCP e IP (Internet Protocol | Protocolo de Internet) tornem possível a conexão entre clientes e servidores através de sockerts TCP/IP.

 

MÉTODOS HTTP

 

O protocolo HTTP define um conflito de métodos de requisição são usados para indicar a ação a ser executada para um dado recurso. Quando você vai fazer uma requisição, é preciso que você especifique qual o método será utilizado. 

 

Esses métodos HTTP, também conhecidos como HTTP Verbs (verbos HTTP). Existem 8 métodos HTTP, mas apenas 5 são mais utilizados.

 

Get 

Solicita a representação de um determinado recurso. O método get é amplamente usado em formulários web e também por um link em sua página HTML. 

 

O método get utiliza a própria URL para enviar dados ao servidor, ele possui limite de capacidade no geral é de 255 caracteres e só aceita strings.

 

Post

Esse método só pode ser gerado através de um formulário web ou por AJAX, com POST, podemos enviar informações um pouco maiores, como imagens. Ou seja, se tentarmos passar uma grande quantidade de informações via GET, algumas partes podem ser perdidas no caminho.

 

As informações enviadas no corpo (body) da requisição são utilizadas para criar um novo recurso. Também é responsável por fazer processamentos que não são diretamente relacionados a um recurso.

 

Delete

Remove um recurso. Deve retornar o status 204 caso não exista nenhum recurso para a URI especificada.

 

Put

Atualiza um recurso na URI especificada. Caso o recurso não exista, ele pode criar um. A principal diferença entre POST e PUT é que o primeiro pode lidar não somente com recursos, mas pode fazer processamento de informações, por exemplo.

 

Head

Retorna informações sobre um recurso. Na prática, funciona semelhante ao método GET, mas sem retornar o recurso no corpo da requisição. Também é considerado um método seguro.

 

Os outros métodos disponíveis são OPTIONS, TRACE e CONNECT. Em teoria, os servidores devem implementar os métodos GET e HEAD e, sempre que possível, o método OPTIONS.

 

RESPOSTAS HTTP

 

Os códigos de status das respostas HTTP indicam se uma requisição HTTP foi corretamente concluída ou não. Esses status são agrupados de uma maneira bem organizada e simples de entender:

 

» Respostas de informação 1xx (100 – 199);

» Respostas de sucesso 2xx (200 – 299);

» Redirecionamentos 3xx (300 – 399);

» Erros client-side 4xx (400 – 499);

» Erros server-side 5xx (500 – 599)

 

Você com certeza já deve ter se deparado com o erro 404 – Not Found, ou ter sido redirecionado para uma URL atualizada, logo após entrar em um site, certo? Isso se deve ou http 301 – Moved Permanently, que é muito utilizado por recomendação da galera do Marketing Digital.

 

Esses status também chamados de respostas http, são bem familiares para desenvolvedores web, ou até mesmo para usuários que acessam diversos sites e webapps.

 

 

Conheça os status mais comuns

 

Status-code e Reason-phrase Tradução das respostas
100 – Continue Continuar
101 – Switching Protocols Mudando Protocolos
102 – Processing Processando
   
200 – ok ok
201 – Created Criado
202 – Accepted Aceito
203 – Non-Authoritative Não-autorizado
204 – Not Content Nenhum Conteúdo
205 – Reset Content Restar Conteúdo 
   
300 – Multiple Choices Múltipla Escolha
301 – Moved Permanently Movido Permanentemente
302 – Found Encontrado
303 – See Other Veja outro
304 – Not Modified Não modificado
305 – Use Proxy Use Proxy
306 – Proxy Switch  Proxy Trocado
   
400 – Bad Request Solicitação Invalidade
401 – Unauthorized  Não Autorizado
402 – Payment Required Pagamento Necessário
403 – Forbidden Proibido
404 – Not Found  Não Encontrado
405 – Method Not Allowed Método não Permitido
406 – Not Acceptable Não aceito
407 – Proxy Authentication Autenticação de Proxy Necessária
408 – Request Time-out  Tempo de solicitação esgotado
410 – Gone  Perdido
411 – Length Required Duração Necessária
412 – Precondition Failed Falha de pré-condição
413 – Request Entity Too Large Solicitação da entidade muito extensa
414 – Request-URL Too Large Solicitação por URL muito extensa
   
500 – Internal Server Error Erro Interno no Servidor
501 – Not Implemented Não implementado
502 – Bad Gateway Porta de Entrada ruim
503 – Service Unavailable  Serviço Indisponível
504 – Gateway Time-out Tempo Limite do Gateway
505 – HTTP Version Not Supported Versão do HTTP não Suportada
Status-code e Reason-phrase Tradução das respostas
100 – Continue Continuar
101 – Switching Protocols Mudando Protocolos
102 – Processing Processando
   
200 – ok ok
201 – Created Criado
202 – Accepted Aceito
203 – Non-Authoritative Não-autorizado
204 – Not Content Nenhum Conteúdo
205 – Reset Content Restar Conteúdo 
   
300 – Multiple Choices Múltipla Escolha
301 – Moved Permanently Movido Permanentemente
302 – Found Encontrado
303 – See Other Veja outro
304 – Not Modified Não modificado
305 – Use Proxy Use Proxy
306 – Proxy Switch  Proxy Trocado
   
400 – Bad Request Solicitação Invalidade
401 – Unauthorized  Não Autorizado
402 – Payment Required Pagamento Necessário
403 – Forbidden Proibido
404 – Not Found  Não Encontrado
405 – Method Not Allowed Método não Permitido
406 – Not Acceptable Não aceito
407 – Proxy Authentication Autenticação de Proxy Necessária
408 – Request Time-out  Tempo de solicitação esgotado
410 – Gone  Perdido
411 – Length Required Duração Necessária
412 – Precondition Failed Falha de pré-condição
413 – Request Entity Too Large Solicitação da entidade muito extensa
414 – Request-URL Too Large Solicitação por URL muito extensa
   
500 – Internal Server Error Erro Interno no Servidor
501 – Not Implemented Não implementado
502 – Bad Gateway Porta de Entrada ruim
503 – Service Unavailable  Serviço Indisponível
504 – Gateway Time-out Tempo Limite do Gateway
505 – HTTP Version Not Supported Versão do HTTP não Suportada


Separamos um post que fala sobre os principais erros HTTP, suas possíveis causas e como pode resolvê-los. Os 5 erros HTTP Mais Comuns

 

 

Escrito por: Alisson Julio Silveira

Desenvolvedor WordPress Junior – Studio Silver

Deixe seu comentário sobre o post: O que você precisa saber sobre o HTTP escrevemos ele para você...

A Arte de Transformar Cliques em Clientes

Receba conteúdo atualizado toda a semana no seu e-mail.

Você é um robô?

Serviço em destaque

WebSite Full

Um web site completo fantástico que vai converter visitantes em clientes.

Contrate este serviço

Mais conteúdo valioso:

Líder da Studio Silver - Agência Web e Marketing Digital

Você quer perder clientes?

Claro que não, ninguém quer que isso aconteça!
Mas se o que deseja é conquistar MAIS CLIENTES pela internet.